26

Como conviver com uma Pessoa Dissimulada

Infelizmente, hoje tive que ler sobre a difícil arte de relacionar com pessoas simuladas. Pior de tudo, esta aí uma coisa que eu queria saber fazer: Ser simulada. O simulado, simula todos os seus sentimentos. É controlado, calculista e ardiloso. É difícil saber o que ele realmente sente.



De todas as pessoas que conheço a mais difícil é a simulada. Infelizmente, eu tenho que conviver com uma mulher assim. Felizmente é só as vezes. Como é muito simulada, nunca revela seus medos ou sonhos. Até seus desejos ela costuma simular.

Penso: Como relacionar com uma pessoas assim? Quando a gente conhece alguém, logo sabemos o assunto que agrada aquela pessoa, o assunto que não agrada. Mas o simulado não...A gente nunca sabe o que conversar com essas pessoas. Pior, que a criatura simulada que eu conheço, parece viver no mundo de sonhos. Acredita que seus bens são lá grandes coisas e que todo mundo tem interesse nas coisas que ela tem.
Dessa forma, age sempre muito desconfiada de todos. Acha que todo mundo dá o mesmo valor que ela dá nas porcarias que tem.

Como não suporta a pobreza, pressupoe que todo mundo ageria como ela, caso ela fosse pobre e vive desconfiada que as pessoas lançam energias ruins pra ela ou que se aproxima dela, com interesse, pois é isso que ela faria caso fosse pobre. Porque não passa de uma interesseira.

Como identificar um simulado:


Diferente do “impulsivo” que explode, põe a raiva pra fora, depois se acalma e vem conversar como se nada fosse. O dissimulado não é assim. Ele não explode “por fora”. Explode “por dentro”. A palavra correta seria “implode”. Ele mantém tudo guardado dentro de si e arma ciladas para quem não gosta e, o pior, pelas costas para que ninguém perceba que foi ele quem armou para prejudicar aqueles com quem não se simpatiza.

Sabe aquela pessoa que te trata com indiferença, e depois que você fica super chateado com ela, ela vem para seus amigos e diz: Nossa, eu não sei o que eu fiz pra ela me odiar tanto assim. Nunca fiz nada!!!
Ou simplesmente te trata mal e depois diz que para os outros, simulando auto controlo, que na verdade foi você  que se chateou atoa e conta a história como se ela fosse a pessoa mais santa, samaritana do mundo??
Tai o simulado, em pessoa e falsidade pura!
O simulado vive fazendo dos outros de lixo e agindo como se não tivesse fazendo nada.

Com vários sorrisos à nossa frente, ele é capaz de ser cruel por trás. Geralmente, não costuma ir direto ao ponto, fica dando voltas… Seu tom de voz é extremamente controlado, mas se você reparar vai perceber que isso não é natural. É fingido. Afinal, todo ser humano possui emoções. Não somos robôs. Não confie nunca em pessoas que não demonstram emoções pois são calculistas e fingem muito. Desta forma, você nunca sabe quando elas vão dar o bote.

Sua postura também não é natural. Ele mais parece estar num palco representando um personagem do que participando da vida. Muita gente tem medo das pessoas explosivas ou emotivas. Deveriam é ter medo das pessoas simuladas e extremamente controladas, isso sim. Elas são terríveis! O explosivo, vai fiar vermelho de raiva, assim que você fizer algo que o desagradar. Mas o simulado, dará passos mansos, olhará você até com uma certa calma. E esperará a hora certa pra te atacar. E o pior, te atacar como se nada tivesse feito.

Existem três maneiras de lidar com o dissimulado.
Evite fazer parte do seu círculo de relações, mantenha-se bem longe dele.
Infelizmente, eu até queria isso. Mas as vezes tenho que conviver com essa peste negra, que não é lá, das mais amadas desse planeta. Será porque né?

O melhor é agir como elas. Seja evasivo como  elas são. Responda suas perguntas com evasivas ou diga que prefere não tocar em assuntos que são só seus.
Se o dissimulado tiver que conviver com você, o melhor a fazer é falar sobre ética, responsabilidade mútua, sinceridade. Se perceber alguma artimanha, desmonte-a; se flagrar mentiras, desmascare-as.
Eu fingia que não tava vendo nada. Mas agora, eu conto até para as formigas, pois percebi que o simulado usa do nosso silêncio para atacar.

Tudo com muita calma e muita classe, claro. Não se esqueça de rezar pra São Miguel Arcanjo sempre. Talvez um dia ele carregue essa alma sebosa dos infernos pra longe de nossas vidas.  Talvez ela afunde nos seus bens e morra sufocada e te deixe em paz, para todo o sempre. Sonhar não custa nada, né gente.

(Texto de Sabrina Gomes)


Significado de Simuladoadj. Fingido, imitado: fuga simulada; ataque simulado.
Significado de Dissimulado
adj. Diz-se da pessoa que possui uma tendência para dissimular.
Que foi alvo de dissimulação; que não demonstra seus sentimentos ou reais intenções; fingido.



Veja mais Postagens do Tromba de Elefante!
Clic aqui!

26 comentários:

  1. Incrível. Estou passando por estas situações. Valeu pelas dicas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Obrigada pela vista! Fico feliz em ter ajudado! Volte sempre! :)

      Excluir
  2. Convivo com uma pessoa dessa natureza em meu ambiente de trabalho e por muitos motivos não nos simpatizamos. A mesma leva vantagens por ficar com conversinhas com os gerentes e ter muito tempo na "casa", essa parte com a gerencia, isso não me ofende. Sou uma pessoa tranquila e calma, porém todo recipiente que recebe algo de mais, deixa transbordar de forma natural e incontrolável...
    Ultimamente estou perdendo o controle e me irritando fácil para com esse ser e a vontade é de desfigurar o rosto dele com murros e chutes até eu cansar.
    Mesmo que a gerencia tenha faculdades mentais de que a pessoa supra relatada seja um ser prejudicial aos comportamentos e bem estar dos funcionários esses senhores que gerenciam o mantem no quadro pelo simples fato de o mesmo ter família e de ficar cochichando prá lá e pra cá.
    Infelizmente já explodi de ódio, (ódio sim, prq o estágio da raiva já passou), na presença dos gerentes. Sou sincero, verdadeiro e honesto para comigo e não fujo de nada. Apenas verdadeiros e procuro utilizar as palavras corretas em relação a esse verme. Desculpe o desabafo e as palavras que proferi.

    Nossa.... chorei de ódio pensando na quele FDP.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente acordei cedo hoje e vim pesquisar sobre como conviver com um ser tão simulado e que ainda vai me levar à loucura se eu literalmente não sair pela chaminé,pelo ralo,pela porta, janela sei lá, estou cansada e essa pessoa sabe que eu sei e até admite ser ,já foi em psiquiatra psicologo mas abandona os tratamentos pois muda de opniao achando que não tem problema algum, todo dia rezo pra sair desse mundo pois já não aguento mais viver com essa pessoa,pior de tudo tudo é que é filha :(

      Excluir
  3. Kato. queria te dizer algumas coisas sobre o que você disse. Vou responder no particular. Um beijo e obrigada pela visita! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sangue de Jesus tem poder, valei-me São Miguel, São Gabriel, São Rafael,Arcanjo Uriel meu Santo anjo da guarda defendei-me no combate lutai em meu favor amém!!!!!

      Excluir
    2. Eu fiquei muito feliz saber tudo o que tá acontecendo dissimulado

      Excluir
  4. Woah! I'm really enjoying the template/theme of
    this blog. It's simple, yet effective. A lot of times
    it's difficult to get that "perfect balance" between superb usability
    and visual appearance. I must say you've done a superb job with this.

    Additionally, the blog loads extremely fast for me on Chrome.
    Outstanding Blog!

    my website; monicaModas - http://www.monicamodas.com/,

    ResponderExcluir
  5. Eu passo por uma situação assim.Convivo no mesmo local com uma mulher.Quando a conheci, ela estava em um momento ruim da vida.Acabei me envolvendo com ela de amorosa.Me apaixonei pro ela.Ela me traiu, voltamos, e ela é muito simulada, evasiva.Tendo sair fora, ela volta a me procurar.Faço pergunta sprá ela, ela dá respostas evasivas, muda de assunto, se eu insisto na pergunta, ela fica irritada e sai de perto de mim.Não é fácil.Gostaria de detalhar muito mais este problema.Quero sair fora dela, mas ela vem atrás de mim.Pior: gosto dela, mas não quero mais viver de migalhas.Sexo, só uma vez por mês, não dá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não entendi muito bem. Você está querendo me dizer que convive com uma pessoa dissimulada, mas não se separa porque ela não deixa? Minha mãe sempre me diz uma coisa: o que um não quer, é impossível dois fazer.
      E os problemas que você disse não são problemas de caráter, como ocorre nos seres dissimulados. É um problema de relacionamento, que 99% dos casais enfrentam: rotina, falta de entusiasmo, falta de paciência, tédio....Aliás, caso você a deixe, não espere coisa diferente no novo relacionamento. Todos seguem para o mesmo caminho. A diferença é que uns sabem lidar melhor com isso, do que outros. O casal que te disseer que vive em lua de mel todo dia, por vários anos, mente tão bem quanto uma propaganda de margarina. A partir do momento que você não está disposto a enfrentar o abatimento de um relacionamento, melhor ficar sozinho com 2 cachorros em casa e algumas fotos antigas na parede. Porque companheiros não são palhaços obrigados a nos fazer feliz o tempo todo. Aliás. ninguém poderá te trazer satisfação e felicidade todo dia. Ninguém.

      Excluir
  6. Nossa to vivendo isso td
    Como essa pessoa é super prestativa eu fui levando
    Agora a situação ficou bastante perigosa e to me afastando
    Ignorei por completo
    Exclui contatos redes sociais td
    Sera q to fazendo o certo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É complicado mesmo Michelley. Mas tenho certeza que sim!
      Obrigada pela visita! Volte sempre! :)

      Excluir
  7. Oi gente ! Tenho uma MÃE assim ! Dá pra acreditar ? Ta me dando o maior trabalho no fim da vida . Perdeu o marido e como não tem mais ele pra jogar em cima dele a dissimulação doentia parece que resolveu jogá-la em cima de mim. Usou e abusou da minha ajuda e agora arrumou a maior baixaria em familia envolvendo o meu nome . E ainda manipula a minha irmã contra mim há anos ! E esta cai no jogo porque recebe apoio da mãe pra tudo nesta vida. Até para os erros mais medonhos, que são sempre (por ambas) justificados. Afastei-me das viboras e confesso que apesar de lamentar ter uma familia tão doente e idiotizada .. hoje vivo muito mais feliz. Acredito que o afastamento é sim a arma mais poderosa nesses casos . E mais sal grosso e muita arruda, claro ! Oração pra elas e afastamento total . Que Desu tenha misericordia dessa relação simbiotica e maldosa entre ambas .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você pôde se afastar de tudo isso né? Obrigada pela visita!

      Excluir
  8. Meu marido é assim, só agora me deparei, isso é uma doença sem cura, estou tentando me libertar pois esta muito difícil, nao respeita pessoa alguma no mundo, ninguém, perdi a,paz, sonhos, alegria, perdi tudo, forças, ...

    ResponderExcluir
  9. Eu não sei se uma pessoa da minha família é dissimulada com traços de psicopatia ou é narcisista. Por que será que ela é tão egoísta. Não gosta de ser confrontada, odeia quando lhe corrigem. Mesmo quando aconselhamos para o bem dela ela faz que escuta e faz justamente o oposto e passa por cima dos meus sentimentos. Nunca faço algo que lhe agrade, se estou trabalhando feito uma escrava pra ela mesmo assim ela só vê os defeitos e reforça-os, para aguentá-la tem que ter uma alta estima muito elevada porque ela me sabota em tudo que faço, se faço uma coisa ela vai lá e desfaz na hora, quase morro as vezes pra agradá-la e mesmo assim ainda sinto que estou longe do objetivo. Sou bombardeada todo dia de ódio e aversão por ela porque ela me rejeita em todas as situaçoes. Seja num simples batom ela comenta negativamente, numa roupa que escolho sempre é a escolha errada, por que foi minha a escolha. Meu email dejesus123@ig.com.br

    ResponderExcluir
  10. Minha sogra e exatamente assim. Convivemos na mesma casa, pois ficou viúva. Meu marido matem uma relação simbiótica com a mãe e ela controla ele, fingindo, sempre de coitadinha. Ela apronta todos os dias comigo,mas não tem como provar, pois são coisas que tira do lugar, pega, esconde... Mente sobre a minha pessoa p outros, finge que está doente e meu marido sai, fica boa rapidinho. Na frente dele fala de certa forma comigo, por trás, trata, até o neto diferente. Qdo está aborrecida, fica quieta e apronta uma vingança silenciosamente. Estou morrendo aos poucos.

    ResponderExcluir
  11. Estou convivendo com uma pessoa assim no trabalho,estou tão angustiada pq ela é ardilosa e tem mais tempo de serviço que eu,tudo que ela faz tem uma segunda intenção, queria distância dela mas no momento não posso sair. Como não sei o que fazer eu rezo pra Deus me ajudar.Tem sido muito difícil.

    ResponderExcluir
  12. Foram 4 anos de amizade(da minha parte)totalmente desprendida.Sempre ajudei de coração.Ouvi ofensas,inumeras mentiras.Chorei de tanto nojo.É a primeira vez que me arrependo de ter ajudado alguém.Não há mal que dure para sempre.

    ResponderExcluir
  13. Convivo com alguém assim todos os dias. Engana fácil por curto período de tempo, a 6 anos atrás me pareceu do bem, até elegi como possibilidade pra companheira. O tempo passou e reencontrei no meio profissional, agora é uma verdadeira bruxa ardilosa e agressiva. Passa períodos sorrindo(com certeza orientada por algo ou alguém(ns)) buscando tomar algo pra si, depois volta a atacar com agressividade e estupidez. O alvo dela é conseguir enganar um trouxa até querer casar com ela. Claro que na noite e embriagada não tem isso. Obviamente o cara tem que ser muito trouxa para cair na dela, alguém que ela saiba que pode sustentar seus luxos e não saiba nada do que ela apronta. Não sou eu este cara, mas ela não tem nada a perder, é brabo olhar para aquele sorriso lavado e ver aquelas armadilhas armadas todos os dias. Escuta atrás das portas, mente pra todo mundo sobre você e principalmente sobre ela. É uma alma infeliz sobre a terra procurando vítimas pra destruir. 07:40 ora de mostrar o sorriso e preparar o café, pra passar por boasinha, puxa papo, pra se fazer de socializada, enquanto empina o bumbum que não tem tentando chamar atenção de algum macho. 12:00 Hora de passar no meio do setor sacudindo uma marmitinha do almoço pra se fazer de coitadinha. 12:50 Hora de ligar pra vovó e se fazer de moça de família falando bem alto no telefone. De noite só deus sabe oque rola, e aqueles pra quem ela conta suas festinhas liberais a vida é pra viver. Dia seguinte: as vezes para uma trouxa amassada, rolou legal, agora só falta o trouxa. Férias é festa, alguém sempre paga a conta, quanto mais melhor quando volta pro trabalho volta a procurar um trouxa. Esta pessoa é dissimulada com todos e todo mundo dá um jeito de tirar o seu da reta. Casados, em namoro, estão livres do ataque provavelmente já tomou algum tapa na cara de outra moça. Uma coisa é certa, todo mundo arranja m jeito de tirar da reta, por que será? Haja saco!

    ResponderExcluir
  14. oi eu fiz amizade com um dono de academia e fui a academia dele fazer matricula. até então ele se mostrou simpatico ajiu me chamando de irmão e tal. do nada ele simplesmente me ridicularizou na frente de um instrutor e disse olha esse doido aqui olha ele ta começando agora. achava q era uma zoação de brincadeira depois me toquei q era maldade pura.cara eu nem respirava de tão chocado. demorei um tempo pra me tocar q aquilo foi uma escrotidão nivel hard. nunca passei por aquilo me senti tão tolo. procurei ele depois pra dizer umas verdades mas ele ja tinha ido embora.ele me encontrou depois e ajiu como se nada tivesse acontecido me chamando pra treinar. o q eu faco n sei se esculhambo e parto pra porrada ou se ignoro totalmente. estou entalado e so vou me aliviar quando disser tudo q quero aquele falso.

    ResponderExcluir
  15. Estou passando por uma esta triste experiência. Uma amante do meu filho que era noivo mas tinha suas pegada paralelas e esta era uma delas, ela parecia ser uma pessoa prestativa sempre pronta a ajudar quando se aproximou de mim. Meu filho acabou terminando o noivado mas não foi por causa desta tranqueira e sim por causa de um outra garota que hoje são praticamente casados. Mas esta biscate continuou tendo amizade com meu filho. Até que um dia ela conheceu meu outro filho que estava em um momento crítico do seu casamento de 8 anos. Conclusão, meu filho acabou se envolvendo com elá também é isto foi uma vergonha e nojo para minha decepção porque em menos de 2 meses ela engrávidou, mas elá insistiu em engravidar por despeito porque meu outro filho assumiu compromisso com a outra garota. Está tranqueira já tem 2 filhos e não cuida de nenhum, fez de tudo para engravidar e até pagava conta para segurar meu filho interesseiro. O problema é que meu filho se separou e tem 2 filhos com a ex, ele se afastou das crianças porque a tranqueira não permite às crianças lá na casa deles. Antes eu até gostava desta tranqueira, a tinha como filha, mas não sabia que o tempo todo ela estava me usando para se aproximar de um filho e como foi trocada pegou meu outro filho que agora é pior que ela.

    ResponderExcluir
  16. Olá só agora percebi que o pai da minha filha é assim. Derepente chamei ele de dissimulado. Hj estou pesquisando o significado. Ele é assim mesmo. Não moramos juntos, estou com ele a uns 12 anos agora temos uma filha de quase 3 anos. Nesse último dia das mães ele não passou está data conosco. Parei de atender os telefonemas dele, ele apareceu na casa de minha mãe e disse a ela que não sabia o porquê deu não está atendendo a ele... Resolvi ligar e pedir dinheiro para comprar as coisas para a nossa filha. Moral da história quer conversar comigo e explicar o que aconteceu no dia das mães, por que não tem o direito que eu pedi. Agora vem correndo para eu não colocar na justiça. Estou cançada dessa situação.

    ResponderExcluir
  17. Maria, fiquei comovida com seu relato, porque sou filha de pais separados e sei como as mães sofrem. Apesar do meu pai não me parecer ser dissimulado, digo parecer, porque não tivemos relação de pai e filha e o vi poucas vezes. Mas ele nunca mentiu pra gente. Pelas atitudes e repostas, deixou claro que sairia de nossas vidas e não nos queria como família. Também passou muito tempo sem pagar pensão pra minha mãe, mas ela não é do tipo fácil de dobrar. Minha mãe é muito clara: uma obrigação, uma contraprestação. Se você tem filhos comigo, você tem responsabilidades. E se meu pai não quis cumprir por bem, minha mãe recorreu ao judiciário.

    Sabe, depois que escrevi esse texto, passaram-se muitos anos e aprendi uma coisa: os defeitos dos outros não são minha obrigação. Aprendi a ser mais calada e complacente quando alguém me engana ou mente, ou finge. Porque aprendemos com essas pessoas também e podemos, ao mostrar pra elas que somos maiores que isso, podemos ensiná-las a ser melhor. As vezes, uma pessoa que engana por hábito, por exemplo, se mostra honesta quando você demonstra que nele confia. Durantes esses anos, conheci várias pessoas com defeito de caráter porque nunca puderam ser de outra forma, ou porque acreditaram que não podiam ser melhores. E você prova e mostra que elas podem ser melhores e ver coisas lindas acontecerem.

    Eu cresci sem meu pai. Com uma mãe muito rígida e cheia de problemas comportamentais, mentais e psicológicos. Crianças como eu era, crescem vendo o que muitas nunca irão ver: o olhar dos adultos. Olhar de pena, de desconfiança. Olhar de quem vê você como "criança problema", sem alicerce da qual eles não querem por perto, porque não querem ficar perto de quem precisa de ajuda. Eu posso chegar aos 100 anos e eu nunca vou esquecer dos pedidos de socorro não atendidos e de como era inconveniente minha presença na casa de outras crianças, parentes e vizinhos. Porque eu era filha de mãe solteira, alcoólica e mal tinha roupa pra vestir adequadamente pra ir numa festinha, por exemplo, da escola ou de aniversário.

    Maria, você é mãe e por natureza é forte. Não sei se você vai voltar com seu marido ou não, mas acredito que um homem que não paga pensão sem ordem judicial, certamente não pode ser um bom pai e nem um bom marido. Porque as "ajudinhas" que eles dão com a separação não é nada perto da despesa que uma criança dá efetivamente enquanto cresce: doenças inesperadas, gastos com estudo, vestuário, brinquedo, comida.... e isso só falando do básico, pois sabemos que elas precisam de lazer.

    Procure um defensor público, estabeleça as visitas e os valores que ele deverá colaborar mensalmente. E se ele te ama de verdade, ele não se importará de, apesar disso, ser seu namorado ou tentar de reconquistar, apesar de quê, na minha opinião, está bem claro que você merece coisa melhor.

    Seja calma com ele, evite atrito e busque proteção. Não afaste ele dos filhos, porque pai faz falta, por mais dementes que eles sejam.

    Um grande abraço pra você e espero que você e sua filha sejam muito felizes. Fortes vocês já são. Grande beijo, Maria.

    ResponderExcluir

Atenção: Caso tenha blog, deixe o endereço do link sempre que comentar. Assim, todos os outros leitores curiosos podem visitar sua página.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Quando você comenta, me deixa muito feliz! Sua opinião é muito importante.
Tanto que vou até cantar uma canção: Você é lindo (a), mais que demais, você é lindo (a) sim, onda do mar.... (lá, lá, lá, láaaaaaa)

Pin It button on image hover