0

Pequenos versos coletados por aí

Daquele que amo
quero o nome, a fome
e a memória. Quero
o agora. O dentro e o fora,
o passado e o futuro.
Quero tudo: o que falta
e o que sobra
o óbvio e o absurdo.


 Afinal, são muitas poucas as palavras
que deveras nos ferem, e muito poucas
as que conseguem alegrar-nos a alma.
E são também muito poucas as pessoas
que nos tocam o coração, e menos
ainda as que nos tocam por muito tempo.
Afinal, pouquíssimas são as coisas
que importam de verdade na vida!


 Amo o amor que se reparte
em beijos, leito e pão.
Amor que pode ser eterno
mas pode ser fugaz.
Amor que se quer liberar
para seguir amando.
Amor divinizado que vem vindo.
Amor divinizado que se vai.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Caso tenha blog, deixe o endereço do link sempre que comentar. Assim, todos os outros leitores curiosos podem visitar sua página.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Quando você comenta, me deixa muito feliz! Sua opinião é muito importante.
Tanto que vou até cantar uma canção: Você é lindo (a), mais que demais, você é lindo (a) sim, onda do mar.... (lá, lá, lá, láaaaaaa)

Pin It button on image hover