0

Cris diz: Dolorido-colorido! dor não combina com cor. eu sei. mas tou tentando. do lado de cá, asas quebradas e sonhos no bolso. e pras bandas daí? espero que o vento leve pra bem longe tudo o que te faça mal. e que lave o teu rosto renovando o brilho dos olhos e botando nele um sorriso maior. bem maior que antes.

Te abraço forte.

Pipa diz: O coração virou folha seca. Só torça pro sangue secar. Secar logo.

Cris diz: Um sopro daqui pra aí: com um emplastro poderosíssimo. Dizem que ressuscita até mortos. Principalmente o coração cansado de bater sem ser ouvido. Sara hoje. Sara agora. Eu te ordeno. E que te levantes do túmulo. Te dou a mão. E o meu pó de pirlimpimpim.
.
E a Pipa ficou muda.

(Fuzuê-Cris Carvalho)




Aprendi num dos nossos filmes favoritos que nunca devemos ser substitutos de ninguém. Eu, para ela, fui, a vida inteira, uma Substituta.


Sempre carreguei comigo a sensação de estar na hora errada com ela. Poucas vezes fui solicitada para ser de fato a pessoa que sou. Na maioria das vezes, eu fui a Substituta.

Ela sabe muito de mim, e com ela conseguia abrir meu coração, aliviar meus conflitos e compartilhar minhas alegrias finitas. Mas ela, ah, poucas vezes ela compartilhou seus momentos comigo. 

Eu tenho esse jeito porra-loca, tenho essa maneira desbocada de lidar com a vida, e sempre soube que a irritava. Mas meu amor sempre foi incondicional por ela.

Às vezes ela me sufoca com a liberdade que me dá. Às vezes é cansativo tentar alcançar o barco, porque eu sei, nunca remamos juntas, e eu sempre estive procurando qualquer sinal que fosse de aceitação. Mas o máximo que pude ser eu fui: a Substituta.

Ela nunca me colocou como primeira opção, poucas e raras vezes isso aconteceu e eu nem me lembro em que circunstâncias. nunca me senti amada por ela. Sempre soube, apenas, das afinidades que nos entrelaçava. sempre soube que ela estava ali. E isso me bastava. 

Vez ou outra tentava saber mais dela, além do que sempre foi óbvio pros que não eram substitutos. Guardei todos os seus segredos e sempre estive lá. Pra qualquer coisa.

Já me perdi nas vezes dos convites feitos, das recusas, vezes imediatas.
Estou um pouco tanto cansada pra puxar o remo.
Estou muito cansada para ser a substituta. 


"e eu dizia ainda é cedo"

Texto retirado do Blog Com açúcar, com Afeto.



Achei lindo! ^.^













Hão de chorar por ela os cinamomos,
Murchando as flores ao tombar do dia.
Dos laranjais hão de cair os pomos,
Lembrando-se daquela que os colhia.

As estrelas dirão: – “Ai! nada somos,
Pois ela se morreu, silente e fria... ”
E pondo os olhos nela como pomos,
Hão de chorar a irmã que lhes sorria.
(Alphonsus de Guimaraens)






"Vou ser doutora da alma" - pensou a menina. E lá foi ela tratar de fazer poesia.
(Cris Carvalho)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Caso tenha blog, deixe o endereço do link sempre que comentar. Assim, todos os outros leitores curiosos podem visitar sua página.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Quando você comenta, me deixa muito feliz! Sua opinião é muito importante.
Tanto que vou até cantar uma canção: Você é lindo (a), mais que demais, você é lindo (a) sim, onda do mar.... (lá, lá, lá, láaaaaaa)

Pin It button on image hover