0

As Bodas de Fígaro

Todas as vezes que você ficar descrente consigo mesmo e com sua profissão, ouça Fígaro.
Repita as palavras de Fígaro: 

"Deixem passar o faz tudo da cidade. Depressa para o trabalho, pois já amanheceu!
Ah, que bela vida, que grande prazer! É um grande prazer para um barbeiro de qualidade!
Ah, bravo Fígaro! Bravo, bravíssimo! Bravo!!" 
"Afortunadíssimo, verdadeiramente."
"Pronto a fazer tudo, noite e dia, sempre presente! Sempre pronto!
Melhor sorte para um barbeiro, vida mais nobre não há!"
"Todos me chamam, todos me querem! 
Fígaro, Fígaro, Fígaro!"
"Ah, bravo Fígaro! Bravo, bravíssimo! 
A sorte, a sorte não lhe faltará!"
"Sou o faz tudo dessa cidade!"
"Melhor sorte para um barbeiro, vida mais nobre não há!"


Le nozze di Figaro (em português As bodas de Fígaro) é uma ópera-bufa em quatro atos composta por Wolfgang Amadeus Mozart, sobre libreto de Lorenzo da Ponte, com base na peça homônima de Pierre-Augustin Caron de Beaumarchais (Le Marriage de Figaro). Composta entre 1785 e 1786, foi estreada em Viena, em 1º de maio de 1786. Diz-se que Mozart começou a ter problemas com sua reputação a partir desta ópera, que satirizava certos costumes da nobreza. Há quem considere esta a obra-prima de Mozart.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Caso tenha blog, deixe o endereço do link sempre que comentar. Assim, todos os outros leitores curiosos podem visitar sua página.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Quando você comenta, me deixa muito feliz! Sua opinião é muito importante.
Tanto que vou até cantar uma canção: Você é lindo (a), mais que demais, você é lindo (a) sim, onda do mar.... (lá, lá, lá, láaaaaaa)

Pin It button on image hover