0

Não é do Charles M. Schulz


O famoso quadrinho que anda circulando na internet, que discute a questão do preconceito mascarado, não é de Charles M. Schulz. Obviamente, quem é mais velho ou fã dos quadrinhos da Turma do Charlie Brown, logo percebi que não se trata de uma crônica original. No entanto, o quadrinho criado por um anônimo, certamente pode levar  muitas crianças a terem uma ideia errada sobre a essência dos quadrinhos de Charles M. Schulz. 
Não que a mensagem do quadrinho criado seja errada ou ruim, mas simplesmente, não é original. O chato é que o criador da turma do Snoopy nunca permitiu a continuidade do quadrinho através de terceiros. Mesmo após ser cometido por grave doença que o impediu de escrever e desenhar, recusou auxílio de ajudantes e de várias empresas que queriam continuar seu famoso trabalho. Mas o criador tinha medo de que as histórias, que eram super filosóficas, perdessem seu sentido e sua originalidade nas mãos de quem talvez, não pudesse realizar o mesmo.

No entanto, após vários anos obedecendo o desejo do cartunista, a família de Schulz parece ter amolecido aos pedidos da grande imprensa. Em 2015, as histórias da turma do Charlie Brown irão recomeçar e será lançado um filme, com direito a aplicação pesada de tecnologia e todas aquelas friúras que os desenhos animados tem hoje em dia (muito apelo visual e pouca bagagem). 
Não espere a essência do bom e velho Charlie Brown, porque isso, nós sabemos que era característica única de seu criador Charles M. Schulz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Caso tenha blog, deixe o endereço do link sempre que comentar. Assim, todos os outros leitores curiosos podem visitar sua página.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Quando você comenta, me deixa muito feliz! Sua opinião é muito importante.
Tanto que vou até cantar uma canção: Você é lindo (a), mais que demais, você é lindo (a) sim, onda do mar.... (lá, lá, lá, láaaaaaa)

Pin It button on image hover