4

Motivo

As vezes, eu tenho que escutar minhas músicas escondido, porque elas não estão nas paradas dos rádios e as pessoas se perguntam: porque ela ouvi essas músicas esquisitas? Certa vez, uma amiga discretamente me sugeriu, enquanto eu ouvia Die Zauberflöte, de Mozart: "Certas músicas devem ser ouvidas apenas a noite, no quarto, sozinha".Optei por ouvir minhas músicas "as escondidas", como quem comete um crime. Fico enfurnada com Erik Satie, as vezes, até alta madrugada. Não é atoa que eu acordo tarde. Só posso viver intensamente a noite. 
Não sei quando comecei a me esconder, assim, tão habitualmente. Tão logo, virarei um bicho. É provável que aqui, seja o único lugar que eu possa expressar minhas palavras e juntar toda arte que eu admiro.  No entanto, aqui também, já começaram a me indagar: Qual é o sentido disso, porque você escreve aquilo, porque você acha isso?
Já penso em uma forma de esconder meu blog também. Já vejo o dia, de não ser livre, nem aqui. 
As pessoas querem um motivo, alias, não um motivo qualquer, elas querem um bom motivo. Elas querem motivar sua tatuagem, elas querem explicações para as canções que ouvem, elas querem saber, querem definições  elas almejam convicções e bons rótulos. Elas querem utilidade. O que não é útil, não é viável fazer. Nesse prisma, elas começam a me questionar: porque você escreve em um blog?
Eu não tenho motivo, exceto pelo fato, de ser meu cantinho, assim como é meu quarto. Um lugar que eu junto e publico, meus pensamentos, meus aprendizados. Onde eu reúno e guardo tudo de lindo que já vi, li e ouvi. Mas isso seria bem mais a definição de um blog, do que um motivo em si, mas como eu já disse, não há motivos socialmente relevantes. 
Me lembrei do pobre viador do livro, Pequeno Príncipe, com seu desenho de Elefante dentro de uma Jiboia. Sua frustração, porque ninguém via um elefante engolido por uma jiboia, mas tão somente um chapéu inútil. 
As vezes, as pessoas não veem o Tromba dentro da jiboia. Que lástima! 



          Certa vez, quando tinha seis anos, vi um livro sobre a Floresta Virgem, "Historias Vividas", uma imponente gravura. Representava uma jiboia que que engolia uma fera. Eis a copia do desenho:


Dizia no livro que as jiboias engolem a presa inteira, sem mastigar; e em seguida elas não 
conseguem se movimentar e dormem durante os seis meses da digestão. Eu achei aquilo  muito 
interessante e resolvi fazer um desenho da jiboia. Ele era assim (mostra para o público)

Eu achei o meu desenho muito legal e mostrei a  minha obra prima às pessoas grandes e perguntei a 
elas se  o meu desenho dava medo. As pessoas grandes sempre respondiam: “ Claro que não, por que é 
que um chapéu daria medo em alguém?”
Meu desenho não representava um chapéu. Representava uma jiboia engolindo um elefante. Aí 
eu resolvi desenhar então, o interior da jiboia, a fim de que as pessoas grandes pudessem compreender
melhor. Elas têm sempre necessidade de explicações.  Meu desenho de numero 2 era assim:
As pessoas me aconselharam a deixar de lado os desenhos de jiboias abertas ou fechadas, e me 
dedicar de preferência à geografia, à história, ao cálculo, à gramática. Foi assim que eu abandonei, aos 
seis anos, a possibilidade de uma grande carreira  de pintor. Só porque os meus primeiros desenhos não 
eram La essas coisas... As pessoas grandes não compreendem nada sozinhas, e é cansativo, para as 

crianças, ficar toda hora explicando, explicando. 


(Trecho do Livro, O pequeno Príncipe, de Saint Exupery)



4 comentários:

  1. Querida Sabrina: É indescritível o seu capricho, o seu bom gosto, a sua criatividade, a inteligência com amor e o conhecimento devotado com que você edita as belas páginas de seu Blog. Parabéns!
    Seu fã,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu querido Raykorthizo Perez,
      Meu poço de gentileza. O Tromba está cheio de erros de português e você ainda consegue tirar o melhor que há nele, que são meus sentimentos. Amodoro você, que sempre vem aqui me visitar e deixar comentário. Você é um leitor fiel e isso é muito importante pra mim, ainda mais considerando que você é um grande escritor. Um beijo no seu coração! :)

      Excluir
  2. Sabrina, seu mundo é um mar fantasioso no qual alegraria me-afogar, mas infelizmente ler seu blog me faz me sentir mau comigo mesmo e quase morrer de tanta inveja por isso tenho um ultimo pedido antes de retirar sua pagina da minha vida para sempre fale um pouco sobre o fantastico e magnifico livro que é a macanica do coração.

    ResponderExcluir
  3. Querido "C.J. e os outros",
    Fico triste que tenha que se afastar do meu blog. E peço desculpas se ele te faz algum mal. Quanto ao livro, estou tentando terminar "O Segredo" e "50 tons de Cinza". Assim que acabar, eu prometo que irei ler sim. Reconsidere sua decisão, de sair do meu blog, tá? Um beijo no seu coração.

    ResponderExcluir

Atenção: Caso tenha blog, deixe o endereço do link sempre que comentar. Assim, todos os outros leitores curiosos podem visitar sua página.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Quando você comenta, me deixa muito feliz! Sua opinião é muito importante.
Tanto que vou até cantar uma canção: Você é lindo (a), mais que demais, você é lindo (a) sim, onda do mar.... (lá, lá, lá, láaaaaaa)

Pin It button on image hover