0
Eu já amei de tal forma, que acreditei ser uma pessoas de muita sorte. Só se pode amar bem assim, acreditando muito. E sinceramente, eu tenho saudade dessa época em que eu acreditava ter encontrado um tesouro que ninguém mais tem. Até que um dia, percebi que não era um tesouro, era sim uma tesoura.  Mais que culpa tem os tesouros!? Nenhuma. A única culpada foi eu. Esse é o risco do amor: amar um ouro de tolo. Apreciar aquilo que não tem nenhum valor.
Mas eu nasci 90% Dom Quixote. Tenho essa mania de olhar para os redemoinhos bobos e ver fabulosos gigantes. Encarar batalhas perdidas, por amor às causas perdidas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Caso tenha blog, deixe o endereço do link sempre que comentar. Assim, todos os outros leitores curiosos podem visitar sua página.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Quando você comenta, me deixa muito feliz! Sua opinião é muito importante.
Tanto que vou até cantar uma canção: Você é lindo (a), mais que demais, você é lindo (a) sim, onda do mar.... (lá, lá, lá, láaaaaaa)

Pin It button on image hover