0

Pequenos Prazeres



Eu tenho uma bolsa, com canetas de vários lugares. O que mais gosto são dos nomes, sabe? Que as pessoas colocam nelas, como se com isso, elas fossem voltar para seus donos, assim como cachorros. Agora a pouco estava escrevendo com uma Compactor 07, de Sara. Quem é Sara? Nunca saberei. Algumas tem etiquetas com nome de órgãos públicos. Minhas preferidas.
Dias atrás, estava saindo do Fórum de Belo Horizonte e quando olhei pra minha mão, havia uma caneta, uma caneta branca com tampinha vermelha. Ela era diferente. Como percebi antes de sair do lugar, tive que voltar na secretaria e devolver ao dono. E perdi a oportunidade de levar mais uma caneta pra minha coleção, acidentalmente. Mas tudo bem. Ela não tinha nome. E sem nome, seria como se fosse minha, então, não me daria nenhum prazer. Não entraria pra bolsinha de canetas que me escolheram, sem querer. Com nomes misteriosos e que carregam consigo, de certa forma, a letra e a história de cada pessoa e lugar. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Caso tenha blog, deixe o endereço do link sempre que comentar. Assim, todos os outros leitores curiosos podem visitar sua página.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Quando você comenta, me deixa muito feliz! Sua opinião é muito importante.
Tanto que vou até cantar uma canção: Você é lindo (a), mais que demais, você é lindo (a) sim, onda do mar.... (lá, lá, lá, láaaaaaa)

Pin It button on image hover