2

Solidão: aqueles dias que você realmente se senti um lixo



Esses dias eu tenho me sentido realmente sozinha. Não que a companhia de muitos amigos iria me ajudar a superar isso. 

Na verdade, concluí que eu ando sentindo falta de um sentimento diferente de amizade, Sentimentos que geralmente só conseguimos alcançar na infância. 

Eu sei que realmente eu sou muito chata: acho que as pessoas tem procurado se moldar demais, com seus status, falsas colaborares sociais (fazem tudo para si mesmas) e falso crescimento individual. Enquanto elas Buscam a glória, mostrando como estão se desenvolvendo intelectualmente, eu Busco exatamente o contrário: o ser humano na sua forma mais clara e crua. Despido de sua imagem, de sua roupagem e de seu pseudo crescimento espiritual. 



\

Queria um amigo
Apenas para rir
Apenas para sonhar comigo
Apenas para confiar em mim.

Eu queria um amigo, daqueles que faz você sentir que pode dominar o mundo, que te ajuda a suportar. Aquele amigo que te olha com aquela surpresa no olhar, seja de admiração, seja de susto.

Queria um amigo no qual não haveria qualquer disputa entre nós; mas que precisasse e quisesse me acompanhar. 

Queria um amigo que não tivesse interesse carnal por mim e que gostasse de ouvir Nirvana e subir arvores ou em montanhas. Talvez, telhados velhos, para vermos a cidade do alto e ficar mais perto das estrelas

E que principalmente, não usasse minhas palavras contra mim.





2 comentários:

  1. Sei como você se sente. Já me senti muito só no meio da multidão também. Ultimamente estou bastante resolvida com isso, fico até impressionada em ver que gosto das pessoas que convivo. Não sei se é algo do meu curso, por ser algo de humanas e ter todo aquele processo de crescimento pessoal que a gente passa (em psicologia), mas percebo que as pessoas que convivo na faculdade são bastante sinceras. Muitas não tem medo de falar o que sente, de mostrar fraquezas, e de ouvir e ajudar a gente a lidar com a nossa. Não tem essa coisa de ficar mascarando pra ser melhor que o outro sabe? Competir e tudo mais. Não sei se isso é algo do perfil das pessoas que buscam o curso (são mais empáticas), mas fico feliz de ter encontrado uma turminha que posso conversar sem medo. Espero que encontre a sua também!

    ResponderExcluir
  2. Puxa! Tenho tido dias assim também. Convivendo muito com pessoas que criam a sua imagem, mas na realidade não são nada daquilo. No fim, acabo me isolando e sentindo essa enorme falta da infância.
    Adoro os teus textos, Sabrina

    ResponderExcluir

Atenção: Caso tenha blog, deixe o endereço do link sempre que comentar. Assim, todos os outros leitores curiosos podem visitar sua página.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Quando você comenta, me deixa muito feliz! Sua opinião é muito importante.
Tanto que vou até cantar uma canção: Você é lindo (a), mais que demais, você é lindo (a) sim, onda do mar.... (lá, lá, lá, láaaaaaa)

Pin It button on image hover